quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

com o dedo do mestre



muito obrigado Artur por este exemplo de como a edição razoável duma fotografia a pode melhorar e muito sem se desvirtuar o objectivo original da mesma ter sido capturada

1 comentário:

  1. Um abraço Bruno e aqui não há mestres ! Somos todos fotógrafos !

    ResponderEliminar